quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Porque ainda há finais felizes :)

Não os conheço pessoalmente, mas fiquei a conhecer a história de vida destes dois Homens que são pais por amor, Eduardo Beauté e Luís Borges, que juntos criam, educam e amam o pequeno Bernardo, nutro por eles o maior respeito e admiração, porque por amor lutaram e lutam para darem a esta criança a melhor vida possível rodeada por quem a ama, protege e defende.


Esta história é um exemplo, não só porque se trata de um casal homossexual, de uma criança com necessidades especiais, mas principalmente por se tratar de uma história de amor, que para além destas três pessoas conta ainda com a mãe do pequeno Bernardo que num acto de amor e pensando primeiro no pequenino, o entregou para uma vida melhor e com mais oportunidades, nunca deixando de o ter como seu.

São estas histórias que nos fazem acreditar que ainda é possível sonhar com finais felizes...

1 comentário:

  1. Na altura segui esta história, foi muito debatida por serem dois homens a querer educar esta criança, e lutaram um pouco para o conseguirem. Acho que o Bernardo apesar de ser um menino especial, vai ser muito feliz.
    Se calhar podia haver mais crianças com final feliz, se não fossem os entraves.

    ResponderEliminar