terça-feira, 6 de novembro de 2012

Só eu e ele...

Para além das saudades e da falta que o papá nos faz, existem algumas rotinas do dia-a-dia que ficam mais complicadas quando estamos só os dois!

A simples tarefa de ir deitar o lixo fora torna-se complicada, porque quando saio de casa de manhã não dá jeito nenhum ir com o lixo atrás, entrar e sair do elevador e ir à casinha do lixo com o Afonso e a tralha que trago sempre não é fácil, e à noite também não, porque temos a nossa rotina com os minutos contados e depois de ele ir dormir não o vou deixar sozinho para ir lá abaixo, não vá o elevador avariar ou coisa parecida...

Remédio: deixar o lixo na varanda até a empregada ir na sexta, ou aventurar-me a ir ao lixo com o Afonso, o que acaba sempre em gritos do género: "Afonso não ponhas aí a mão que está sujo!".

Dilemas que tornam os nossos dias uma aventura constante!!!

1 comentário:

  1. acabei de ler a minha vida retratada aqui com o lixo... quando o pai não está, o lixo vive no terraço..!

    ResponderEliminar