sexta-feira, 24 de maio de 2013

Dias... Noites difíceis!!!

Sabia que não o devia ter elogiado logo à primeira, que era bom demais para ter sido tão rápido, que não é assim tão fácil voltar a criar rotinas que durante tanto tempo foram esquecidas... E a verdade é que a coisa regrediu e temos tido algumas das piores noites de sempre!!!

A verdade é que o A. anda péssimo para dormir, demora a adormecer, acorda a meio da noite a chorar porque quer ir para a nossa cama e faz birras gigantes por ser contrariado... A verdade é que também tenho andado muito cansada, com muito sono e a rezar pelas minhas horinhas de sono... pelo que as noites têm sido pesadelos, a vontade de ceder e o meter na nossa cama é muito grande (e esta noite foi mais forte), a táctica de o deixar a chorar na cama dele deixa-me com os nervos em franja...

Esta noite, eram quase 2 da manhã, lembrei-me muito desta mãe, e de como o desespero se pode apoderar de nós e fazer perder as estribeiras, gritei, chorei, e o resultado foi deixá-lo ainda pior!!! Abracei-o, dei beijinhos e acalmei-o, mas houve momentos em que...

Resultado, hoje estou um trapo, com olheiras até ao chão e para ajudar o C. está doente, sem paciência e a precisar de mimo também... Graças a Deus vem aí o fim de semana.

Pronto, nem sempre as histórias que tenho para escrever são boas, felizes e cor-de-rosa, ser mãe e pai também te momentos maus, escuros, em que o cansaço de tudo e de tantas outras coisas fala mais alto... mas um dia faço outro texto sobre o tema do "Tudo e mais alguma coisa", por hoje só me apetecia ficar assim...


1 comentário:

  1. Então o que anda por aí, já percebi que com o A. regrediu no comportamento à noite, é mais umas das fases, não desesperes, tem calma porque depois tal como disseste ficas doente. Sei que custa muito, mas tem que ser forte e ter coragem de o contrariar de vez em quando.
    Então o Carlos também está doente? Isso não era preciso nesta altura, espero que não seja nada de mais. Bom fim de semana, beijinhos para todos.

    ResponderEliminar